Representando um papel

Dor

with 2 comments

Ontem eu li uma notícia do G1 que discorria sobre as pessoas com coma terem diferentes níveis de consciência, ou algo assim. Os médicos diziam que os acamados conseguem aprender, conseguem se acostumar a uma certa coisa…

Doeu. Doeu assim como dói lembrar de algumas coisas e dóir ver que as coisas nunca mais serão as mesmas.

Anúncios

Written by Silvia

21/09/2009 at 4:55 PM

Publicado em Sem categoria

=/

with one comment

Porque nada faz mais sentido pra mim.

I am the one (reprise) – Next to Normal

DAN
I am the one who loved you.
I am the one who stayed.
I am the one and you walked away.
I am the one who waited
And now you act like you just don’t give a damn.
Like you never knew who I am.

GABE
I am the one who knows you.

DAN
I am.

GABE
I am the one you fear.

DAN
I am.

GABE
I am the one…

GABE
…who’s always been here.

DAN
I’ve always been here

GABE
I am the one who’ll heal you.

DAN
I am

GABE
I know you told her that I’m not worth a damn,
But I know you know who I am.

DAN
No.

GABE
I know you know who I am.

DAN
Can’t you just leave me alone?

GABE
I know you know who I am.

DAN
Why didn’t you go with her?

GABE
‘Cause I’m holding on

DAN
Let me go…

GABE
And I won’t let go

DAN
Let me go!

GABE
And I want you to know

DAN
Yeah, you don’t know

BOTH
I am the one who held you
I am the one who cried
I am the one who watched while you died.
Yeah, yeah, yeah.
I am the tone who loved you
I tried pretending that I don’t give a damn,

GABE
But you’ve always known who I am.

DAN
Gabe…? Gabriel…?

GABE
Hi, Dad…

Written by Silvia

21/07/2009 at 7:45 PM

Publicado em Sem categoria

Lembranças

with one comment

Todo mundo tem lembranças…só preciso aprender a conviver com as minhas.

Era isso que ela pensava todos os dias quando acordava. Hoje, na hora do café da manhã, Maria teve que travar a mesma batalha de todos os dias. Quando lembrava o cheio, a voz e a atenção que aquele alguém dispensava a ela, o seu coração enchia de lágrimas e ela sabia que não havia ninguém nesse mundo disposto a dar tanto carinho àquela menina.

O problema, porém, não era aquele. Era saber que nunca mais o veria, que nunca mais poderia compartilhar uma história ou uma fofoca.

Os nuggets já não tinham o mesmo sabor, os momentos de ócio já não faziam sentido e até a locadora de vídeos passou a ser esquecida.

Written by Silvia

25/06/2009 at 7:02 PM

Publicado em Sem categoria

Deus

with one comment

Espiritualidade sempre teve o poder de unir ou separar as pessoas. Mesmo numa simples conversa, o assunto pode acabar machucando muitas pessoas. As farpas, os preconceitos e os julgamentos são sempre postos de maneira amena, ao menos no início. Se o santo bate, as ideologias são parecidas ou há o respeito entre as diversas opiniões, bacana. Se não há, meu bem, se segura porque a coisa pode ficar muito feia.

Não acredito em uma única religião, não acredito que o catolicismo seja bacana e que Deus é ruim e único. Ok, eu tenho fases que quero que o mundo se exploda e, com ele, Deus. Mas, hoje, eu acho que ele é um ser bacana, que tenta ensinar as mais diversas coisas. Tem muito no mundo que eu não conheço, tem muitas pessoas que podem me ensinar e muitas que estão aqui só pra sugar a pouca energia que te resta… Mas Deus…Deus apenas pode ser de diversas formas, só vai depender da sua fé.

Deus, pra mim, hoje, é algo mais forte do que eu que tenta me ensinar que eu sou só uma menina mimada que ainda não sabe o que quer. Sim, ele é um pouco sádico, mas okay. Se dizem que o maior presente é a vida, ele me deu o meu maior presente. Só uma coisa…alguém sabe como falar com ele pra pedir alguns outros presentes? Sabe, tô precisando..

Written by Silvia

18/06/2009 at 11:12 PM

Publicado em Sem categoria

Ser feliz

with 2 comments

Quantas pessoas podem dizer que são 100% felizes? O fato é que ser feliz é muito trabalhoso, é abrir mão de várias coisas que são importantes em detrimento de outras que, você, pode não achar tão vitais assim.

Me peguei pensando se eu consigo ser feliz. No final, acho que tenho uma conclusão: vou fazer terapia! =P Afinal, além de mulher, sou geminiana e, pior, sou a Silvia…

Written by Silvia

14/06/2009 at 12:21 AM

Publicado em Sem categoria

Dia dos Namorados?

leave a comment »

Ela se arrumou, pentou, perfumou, apesar do relacionamento não chegar a ser tão sério quanto um namoro. Ela criou uma expectativa, não dele querer oficializar alguma coisa, mas dele querer agradá-la, fazer alguma coisa romântica. Algo que a fizesse ver que ele havia pensado nela em algum momento do dia.

Não. Foi o típico programa de sexta-feira. Sem surpresas, sem conversas. Aliás, as conversas estavam cada vez mais escassas, principalmente depois de uma fatídica ocorrida há alguns finais de semana. A presença dele já não parecia tão vital e os beijos, o que ela tanto gostava, estavam cada vez menos numerosos e intensos. “Triste”, ela pensava enquanto algumas lágrimas rolavam por seu rosto.

No final, ela era apenas como outras mulheres. Só queria ser agradada, se sentir querida.

Porém, no final da noite, ela se pegou entrando em casa se sentindo a pessoa mais solteira e sozinha do mundo. E, pior..a carta que havia escrito, dizendo o quanto ele a fazia feliz, continuava em sua bolsa.

Written by Silvia

13/06/2009 at 3:56 AM

Publicado em Sem categoria

Voltei

with 3 comments

Parei de postar como parei de viver. Acho. Na verdade não parei de viver. Parei de reparar no que tinha ao meu redor. Assim, como num passe de mágica.

Daí, levei um puxão e só achei melhor vir avisar que voltei. E voltei melhor que nunca (ok, há controvérsias!)

Written by Silvia

14/05/2009 at 8:00 PM

Publicado em Sem categoria